OBRIGADO PELA VISITA

O LABORATÓRIO SIDERAL leva até você, somente POSTAGENS de cunho cultural e educativo, que trata do universo; das gentes; das lendas; das religiões e seus mitos, e de forma especial, dos grandes mistérios que envolvem nosso passado. Contém também muitos textos para sua meditação. Tarefa difícil, mas atraente. Neste Blog não há bloqueio para comentários sobre qualquer postagem.

A FOTO ACIMA É A VISÃO QUE TEMOS DA CHAPADA DO ARARIPE, A PARTIR DA NOSSA "VILA ENCANTADA".

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

O FERRO VELHO DAS ALMAS - Por Vicente Almeida


muito tempo havia um ferreiro que, após uma vida de excessos, resolveu consagrar sua vida a Deus.

Durante muitos anos trabalhou com afinco, praticou a caridade, mas apesar de toda sua dedicação, nada parecia dar certo na sua vida. Muito pelo contrário. Seus problemas e dívidas iam se acumulando cada vez mais.

Uma bela tarde, um amigo que o visitara, e que se compadecia de sua situação difícil comentou:

- É realmente estranho que, justamente depois que você resolveu se tornar um homem temente a Deus, sua vida começou a piorar. Eu não desejo enfraquecer sua fé, mas apesar de toda sua crença no mundo espiritual, nada tem melhorado!

O ferreiro não respondeu imediatamente. Ele já havia pensado nisso muitas vezes, sem entender o que acontecia em sua vida.

Entretanto, como não queria deixar o amigo sem resposta, encontrou uma explicação. Eis que o ferreiro disse:
- Eu recebo nesta oficina o aço ainda não trabalhado e preciso transformá-lo em espadas. Você sabe como isto é feito? Primeiro eu aqueço a chapa de aço num calor absurdo, até que fique vermelha. Em seguida, sem qualquer piedade, pego o martelo mais pesado e aplico golpes até que a peça adquira a forma desejada. Logo, ela é mergulhada num balde de água fria e a oficina inteira se enche com o barulho do vapor. Tenho que repetir esse processo até conseguir a espada perfeita; Uma vez apenas não é suficiente...

... O ferreiro deu uma longa pausa, pensou e continuou.

- As vezes, o aço que chega até minhas mãos não consegue aguentar esse tratamento! O calor, as marteladas e a água fria terminam por enchê-lo de rachaduras. E eu sei que jamais se transformará numa boa lâmina de espada. Então, simplesmente o coloco num monte de ferro-velho que você viu na entrada de minha ferraria... 

... Mais uma pausa e o ferreiro concluiu:

- Sei que Deus está me colocando no fogo das aflições para moldar o meu caráter. Tenho aceito as marteladas que a vida me dá, e às vezes sinto-me tão frio e insensível como a água que faz sofrer o aço. Mas a única coisa que peço é:

- "Meu Deus, não desista de mim, até que consiga tomar a forma que o Senhor espera. Tente da maneira que achar melhor, pelo tempo que quiser, mas jamais me coloque no monte de ferro-velho das almas".

Fonte: Espaço Universal

*********************************
No fundo no fundo, o que mais queremos é Evitar ser levados para o depósito de "Ferro velho das almas". Se bem que às vezes merecemos, mas  Deus, de todas as formas procura nos poupar de tal destino.

Dia desses, nas asas da imaginação visitei o espaço destinado ao "Ferro velho das almas" e fiquei surpreso com seu tamanho. É imenso, deserto e sombrio, somente das alturas podemos dimensioná-lo.

Sabe? não havia uma única alma jogada por lá! Fiquei sabendo que desde o princípio dos tempos até hoje, Deus jamais deixou que algum filho seu se perdesse em definitivo.

Deus, entendendo nossas limitações, perdoa-nos  e nos concede sempre uma nova chance e todo  tempo que se fizer necessário para atingirmos a perfeição. Este tempo se chama "Eternidade".

UFA... Ainda bem!

30/11/2012

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

SAIA JUSTA, JUSTÍSSIMA - Por Vicente Almeida

Quando nosso filho caçula de cinco anos concluiu a alfabetização, minha esposa foi com ele à cidade de Juazeiro do Norte, para comprar seu anel de formatura do ABC. Lá aproveitou e comprou também um par de sapato e ele pediu para levar a sacola.

Vendo que as ruas estavam muito movimentadas por ser final de ano, minha esposa lhe entregou a sacola e disse:

- Davi tenha cuidado para não roubarem sua sacola!

Chegando em uma esquina cheia de gente, ele parou olhou para o povo, depois sacudiu o braço da mãe e gritou:

- Mããe, quer dizer que aqui todo mundo é ladrão?

A mãe me contou que algumas pessoas olharam para o menino, ela tremeu segurou sua mão e passou de fininho no meio daquela gente... Sem olhar para trás.
Texto: Vicente Almeida
29/11/2012

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

TIRO PELA CULATRA - Por Vicente Almeida

SERVIÇO METEOROLÓGICO INDÍGENA

Neste momento aqui no Nordeste, a seca domina os sertões e estamos em séria crise pluviométrica.

Nosso serviço meteorológico, diariamente informa que não há sinais de chuva para o Nordeste no próximo trimestre.

As cidades começam a sofrer a escassez de tão precioso e indispensável mineral.

Os trabalhadores rurais todos os dias olham para os céus tentando identificar sinais alusivos ao período invernoso, mas, até o momento, ninguém se arrisca a dar palpites.

Nas caatingas o gado pede socorro. O calor é abrasador. É um vai e vem de caminhões pipas, únicos paliativos nos sertões nordestinos para abastecimento humano e animal.

É um triste cenário! Não acredito muito no serviço de meteorologia que se faz para o Nordeste. É comum dizerem que não vai chover e chove. Mais comum ainda é dizerem que vai chover e não chove.

As vezes rimos até dessas contradições e isto me fez lembrar uma pequena história que li há alguns anos, nem sei quantos, mas vou tentar reescrever para o leitor.
******************************************************

Digamos que os índios de uma reserva no alto Xingu perguntaram ao novo chefe se o inverno seria suave ou rigoroso.

Como o jovem chefe ainda não havia aprendido as técnicas dos ancestrais pediu que recolhessem lenha. Pensava ele que assim ganharia tempo até poder responder com segurança. Teve então a ideia ir a um posto avançado e telefonar para o serviço de meteorologia da cidade mais próxima.

- O inverno vai ser muito rigoroso este ano? pergunta!

- Parece que sim foi a lacônica resposta que escuta do outro lado da linha.

Então o chefe mandou o povo juntar mais lenha.

Duas semanas depois o chefe volta a telefonar.

- Vocês tem certeza de que o inverno vai ser muito rigoroso?
- Certeza absoluta, alguém respondeu do outro lado da linha.

Diante dessa certeza o chefe disse a seu povo para juntar toda a lenha que encontrasse.

Decorridos mais quinze dias, o chefe voltou a telefonar para o mesmo serviço de meteorologia.

- Vocês afirmam com toda segurança que vamos realmente ter um inverno fora do comum?
- Claro, - foi a resposta que ouviu - Será o inverno mais rigoroso de todos os tempos.

- Por que vocês tem tanta certeza assim? Perguntou o jovem chefe índio!
- Ora meu caro, por que os índios estão juntando lenha como loucos.

28/11/2012

terça-feira, 27 de novembro de 2012

CONFISSÃO AURICULAR - Por Vicente Almeida


UM PRETEXTO PARA MONITORAR AS FRAQUEZAS HUMANAS 

A confissão auricular, ainda em uso pelos cristãos católicos foi instituída em 1215, durante o IV Concílio de Latrão, presidido pelo Papa Inocêncio III, sob o pretexto de que para ser salvo, o pecador deveria obter o perdão dos seus pecados, o que somente poderia ser conseguido através da confissão individual diretamente a um padre, a quem Deus concedia o poder de perdoar os pecados.

Contudo há pontos a questionar. O confessor, homem solteiro, igualmente pecador e as vezes um estranho, cheio de erros e limitações, desconhece os sagrados deveres de um lar.

Sabemos que uma minoria desses homens, investido de um poder incomum, às vezes, aproveita-se da fraqueza humana no confessionário e explora a vítima, estimulando-a a baixar a guarda e assim revelar fatos secretos de sua vida pessoal ou conjugal, deixando-a a sua merce e neste caso as vítimas mais visadas sempre foram as mulheres, muitas vezes submetidas a repugnantes e indiscretos interrogatórios com fins nada lícitos. É exatamente ali que está o perigo e onde às vezes se inicia o calvário feminino. Isto é público e notório.

Hoje todas esses fatos vem rapidamente a público, mas antigamente poucas mulheres ousavam afrontar um confessor, por que temiam a tão propalada excomunhão, além do que, os antigos cristãos acreditavam na santidade das pessoas do clero tendo-os como dotados de poderes especiais, capazes de perdoar pecados.

Mas o tempo não apaga e a história não omite, por isto, mais cedo ou mais tarde tomamos conhecimento de fatos estarrecedores praticados em nome de Deus. Assim ficamos sabendo que por trás dos bastidores da inquisição, iniciada em 1230, a mulher foi a maior vitima daquelas atrocidades, por confiar demais nos confessores a quem procurava pensando se redimir de pequenos delitos.

Durante o período inquisitorial que durou 600 anos 1230/1825, o confessionário foi utilizado para extorquir informações e manter sob pesado controle, toda a população dos países sob o domínio da igreja. As mulheres ficavam aterrorizadas aos serem notificadas para se confessar e ai daquela que não comparecesse.

Mas o tema inquisição, já foi sobejamente abordado em postagem anterior, aqui mencionamos apenas para mostrar os tentáculos do poder atribuído ao clero medieval através do confessionário.

Por outro lado nos vem a interrogação! "Antes de inventarem a confissão auricular como as pessoas eram salvas"?

Fui um dentre os milhões de católicos, que se confessaram durante nove meses, nas primeiras sexta-feiras, a fim de garantir um lugar no céu. Mas eu era um jovem imaturo e crédulo. Se uma autoridade eclesiástica falasse uma coisa era tida como verdade absoluta. Por isso acreditava que a salvação era conquistada simplesmente me ajoelhando aos pés de um homem e confessando minhas faltas, sem si quer entender perfeitamente o que era arrependimento e o que era de fato pecado. Eu tinha menos de 16 anos e até então era um simples filho de agricultor.
******************************************
No cristianismo, os Concílios tinham um poder de decisão muito forte, os dogmas que decretavam não podiam ser questionados e o papa era considerado infalível. Desta forma, os cristãos sempre viveram debaixo de ordem obedecendo rigorosamente aqueles preceitos, dentre eles a confissão auricular sob ameaças de penas eternas e excomunhão. 

Anteriormente não havia obrigatoriedade confessional, mas era comum uma confissão pública. Aqueles que se sentissem pecadores, quando sinceramente arrependidos, se dirigiam a um templo - Sinagoga, e ali confessavam publicamente suas faltas como se estivessem falando diretamente a Deus. Essas pessoas de fato demonstravam  arrependimento de seus atos, tanto que confessavam de pública com a intenção de se redimir diante de Deus e dos homens. Este ato demonstrava sublime humildade.

Nossa confiança no Criador, não pode ser abalada simplesmente por que ficamos sabendo de desmandos causados pelos administradores das religiões. Vale esclarecer que não há uma só instituição agregadora das massas, que seja imune a erros.

Os caminhos da fé são tortuosos, cheios de perigos e obstáculos. Felizes daqueles que aprendem a superá-los, pois compreenderão que Deus está no comando e nada nos faltará... Se fizermos a nossa parte.

Todas as religiões do mundo sempre tiveram suas crenças, seus mitos, suas dificuldades, seus erros e acertos, mas, somente os cristãos tiveram  mártires. POR QUE SERÁ?

A finalidade de qualquer religião é agregar crentes interessados no aperfeiçoamento moral. Assim eram os cristãos do primeiro milênio, até que a ganância e o poder passaram a exercer seu fascínio e desviaram o curso natural da religiosidade... E Deus perdeu seu lugar, até hoje.

Observamos que os crentes valorizam mais os mitos e os favorecimentos materiais. E ainda aceitam os dogmas sem questionar, ao invés de amarem o Criador temem-no como se ele fosse uma pessoa muito má.

Não há razões para temermos o Criador julgando que ele nos punirá ou julgará nossos deslizes. Somos nossos próprios juízes "A cada um será dado segundo suas obras".

Vale esclarecer que os desmandos e interpretações equivocadas no seio da igreja, não deve ser atribuída à instituição mas, isoladamente aos seus administradores, pessoas imperfeitas e sujeitas a erros como todos nós.

Quanto a mulher! Esta sempre foi vítima de olhares cobiçosos, em todos os tempos e em todos os lugares, nos governos, nas grandes e pequenas empresas e também nos lares. Uma minoria, apenas uma minoria de homens, sem escrúpulos, ainda é pedra de tropeço. A mulher, impúbere ou adulta é assediadas sexualmente com mais frequência do que se imagina.  Infelizmente não podemos esquecer que muitas vezes ela se insinua provocantemente causando algumas tragédias nas famílias. "Aquele que não tiver culpa atire a primeira pedra".

Não há coisa mais grotesca do que fingimento. Quando alguém pensa estar enganando os outros é a si mesmo que engana!

Texto: Vicente Almeida
27/11/2012

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

COISAS DA NOSSA TERRA - Por Vicente Almeida

HOMENAGEM AO NORDESTINO LUTADOR


Sou carro subindo a rampa da serra olhando a terra
Que atrás vai ficando.
Sou mata cerrada beirando a estrada
E o vento abanando.

Sou luz que não brilha passando na trilha
Do mundo a penar.
Sou o Brasil do futuro e em porto seguro
Luto para chegar.

No Nordeste nascido, lutador decidido
A vontade é crescer.
Sou irmão sou amigo, por isto um abrigo
Espero obter.

Sou orvalho rasteiro, sou luz no outeiro
Sou ponta da lança
Sou nordestino forte, de voltar ao meu Norte
Não perco a esperança.
Texto: Vicente Almeida
26/11/2012

domingo, 25 de novembro de 2012

FAIXAS DE PEDESTRES - Por Vicente Almeida

R E S P E I T E - A S

Aqui vão alguns lembretes destinadas aos condutores de veículos, apressadinhos e as vezes desligados, mas, vale também para todos nós que sem querer às vezes avançamos um pouco.

Não deixe seu bolso arcar com esse deslize, nem arrisque a vida dos outros.

Seja paciente. Um segundo a mais de espera poderá salvar vidas e evitar a inutilização permanente de pessoas saudáveis, além de livrá-lo de sérias enrascadas.

Ao dirigir, não desdenhe de uma vida, não faça vítimas. Poderá chegar o dia de você se tornar a vítima. Quem planta vinha colhe uvas. Quem planta chuva colhe tempestade!

Proteja a vida. Proteja-se de demandas judiciais, proteja também o seu bolso!







Ajude repassando essas informações. A partir deste mês o bicho vai pegar. As normas são antigas, mas eram negligenciadas. A faixa de pedestres agora é sagrada.

Em minha ressente viagem à Fortaleza pude comprovar a aplicabilidade da lei e gostei. Ao pisarmos na faixa de pedestres vi surpreso os veículos parando e os motoristas acenando para que atravessássemos até a outra calçada em segurança - Eu e minha esposa.
25/11/2012

sábado, 24 de novembro de 2012

PASSATEMPO - Por Vicente Almeida


D E C I F R A N D O

Isto é apenas um Passatempo para desenferrujar nossa maravilhosa máquina de pensar.

Você gosta de desafios, ou é daqueles que corre as léguas quando o assunto é raciocinar?

De vez em quando é bom exercitar a mente com questões que exigem raciocínio. Não queira receber tudo pronto, pois a mente sem exercício vai atrofiando e perdendo a funcionalidade racional, e assim passamos a ter dificuldades até nos cálculos mais simples.

Não deixe de tentar decifrar os dois textos abaixo. Mostre que é capaz. Confie em sua capacidade mental. Depois, se desejar deixe seu comentário.
****************************

De aorcdo com uma peqsiusa de uma uinrvesriddae ignlsea, não ipomtra em qaul odrem as lteras de uma plravaa etãso, a úncia csioa iprotmatne é que a piremria e útmlia lteras etejasm no lgaur crteo. O rseto pdoe ser uma bçguana ttaol, que vcoê anida pdoe ler sem polbrmaes. Itso é poqrue nós não lmeos cdaa Ltera isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo. SOHW DE BLOA.

DICA: De acordo com uma pesquisa...
*******************************

Fixe seus olhos no texto abaixo e deixe que a sua mente leia corretamente o que está escrito.

35t3 p3qu3no t3xto 53rv3 4p3n45 p4r4 m05tr4r como no554 c4b3ç4 cons3gu3 f4z3r co1545 1mpr3551on4nt35! R3p4r3 n155o! No com3ço 35t4v4 m310 compl1c4do, m45 n3st4 l1nh4 su4 m3nt3 v41 d3c1fr4ndo o cód13o qu453 4utom4t1c4m3nt3, s3m pr3c1s4r p3n54r mu1to. C3rto? Pod3 f1c4r b3m orgulho5o d155o! su4 c4p4c1d4d3 m3r3c3! p4r4bén5!

DICA: Este pequeno texto serve apenas... 
*****************************
Caros leitores: Que tudo de bom se realize em todos os dias da sua vida e que as alegrias das festividades Natalinas e Ano Novo que se aproximam sejam repletas de muita paz e que se estendam por todos os dias porvindouros.

Testes: Autor desconhecido.

Texto: Vicente Almeida
25/11/2012 

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

O NASCIMENTO DE JESUS - Por Vicente Almeida


O NASCIMENTO DE JESUS

Bem deferente essa istóra,
Sobre o minino Jesus,
Seu nascimento e sua gulóra,
Que num cordel se traduz;

O autor da prezepada,
Eu num conheço inhor não,
Mas passo pra rapaziada,
Ouvir prestando atenção;

Vem lá dos tempo de herode,
Aquele rei carnicêro,
Queria matar Jesus prumode,
Ser o único rei verdadêro;

Mais ele entrô puro cano,
Com sua misquinha intenção,
Pois o anjo suberano,
Num era de brinquedo não;

Os mago num atendêro
Vortá no mermo caminho
Pois num eram badernêro
E protegêro o minininho;

Vamo então pro começo,
Assista o vídeo premêro,
Pois o minino do berço,
É dono do mudo intêro.


Texto de apresentação: Vicente Almeida
23/11/2012

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

ARGUMENTO DE MÃE - Por Valdênia Almeida


Certa vez, uma mulher foi renovar sua carteira de motorista. Pediram-lhe para informar qual era sua profissão. Ela hesitou, sem saber como se classificar.

- “O que pergunto é se tem algum trabalho”, insistiu o funcionário.

- “Claro que tenho um trabalho” exclamou ela. “sou mãe!”

- “Nós não consideramos mãe um trabalho. Vou colocar “dona de casa”, disse o funcionário friamente.

Não voltei a me lembrar desta história até o dia em que me encontrei em uma situação idêntica para tirar minha habilitação de motorista.

A pessoa que me atendeu era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente, dona de um título sonante.

Quando chegou a minha vez, ela olhou para mim e perguntou secamente:

- “Qual é sua ocupação?

Não sei o que me fez dizer isto. As palavras simplesmente saltaram-me da boca para fora:

- “Sou Doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas”.

A funcionária fez uma pausa. A caneta de tinta permanente a apontar para o ar, e olhou-me como quem diz que não ouviu bem. Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas.

Então reparei, maravilhada, como ela ia escrevendo com tinta preta, no questionário oficial.

- Depois, ainda um tanto confusa ela exclamou: “Posso perguntar ”disse-me ela com novo interesse" “o que faz exatamente?”.

Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, ouvi-me responder:

“Desenvolvo um programa a longo prazo - qualquer mãe faz isso, em laboratório e no campo experimental - Normalmente eu teria dito dentro e fora de casa. Sou responsável por uma equipe - Minha família, e já recebi quatro projetos - todas meninas. Trabalho em regime de dedicação exclusiva - Alguma mulher discorda? O grau de exigência é a nível de 14 horas por dia - Para não dizer 24”.

Depois disto notei que houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária, que acabou de preencher o formulário, se levantou, e pessoalmente abriu-me a porta.

Quando cheguei em casa, com a minha habilitação na mão, fui recebida pela minha equipe: uma com 13 anos, outra com 7 e outra com 3.

Do andar de cima, pude ouvir os gritos do meu novo experimento – um bebê de seis meses – testando uma nova tonalidade de voz.

Me Senti triunfante!

Maternidade... Que carreira gloriosa! Assim, as avós deviam ser chamadas: Doutora-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas, as bisavós Doutora-Executiva-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas e as tias Doutora-Assistente. 
****************************************

Esta é minha homenagem carinhosa neste final de ano, a todas as MULHERES, mães, esposas, tias, amigas, companheiras, doutoras na arte de fazer a vida melhor!

A proximidade do NATAL mexe demais com os corações maternos e em geral com todas as MULHERES, que nesse período se desdobram para levar à família e aos amigos mais chegados, momentos de intensa alegria.

De coração desejo que todas realizem seus sonhos natalinos e que essas realizações se prolonguem durante o novo ano que também se avizinha. Rogo que em suas homenagens e orações, não esqueçam as mães desconhecidas, carentes de amor e de suprimentos.

Gostaria ainda de acrescentar que uma mãe dedicada, ainda que não seja a mãe biológica, mesmo sofrendo ingratidões, nunca estará ausente. O vinculo maternal e fraterno jamais se desfaz, converte-se em imorredoura lembrança eternidade afora, tanto é assim que de vez em quando nos deparamos conversando com ela e ouvindo seus conselhos!

Valdênia Almeida
22/11/2012

terça-feira, 20 de novembro de 2012

domingo, 18 de novembro de 2012

TIRINHAS DA MAFALDA - Por Vicente Almeida

Desculpe precisamos nos ausentar por uns dias e enquanto estamos viajando, divirta-se com a Mafalda.

Mafalda é uma garotinha nada ingênua. Faz perguntas desconcertantes. Tem sempre respostas inesperadas e esclarecedoras, além de afirmativas inquestionáveis deixando sempre os adultos em maus lençóis.
18/11/2012

sábado, 17 de novembro de 2012

A CURA REAL - Por Vicente Almeida


CURA REAL - TODOS PRECISAMOS

Não trate apenas dos sintomas, tentando eliminá-los sem que a causa da enfermidade seja também extinta.

A cura real somente acontece do interior para o exterior.

- Sim, diga a seu médico que você tem dor no peito, mas diga também que sua dor é dor de tristeza, é dor de angústia.

- Conte a seu médico que você tem azia, mas descubra o motivo pelo qual você, com seu gênio, aumenta a produção de ácidos no estômago.

- Relate que você tem diabetes, no entanto, não se esqueça de dizer também que não está encontrando mais doçura em sua vida e que está muito difícil suportar o peso de suas frustrações.

- Mencione que você sofre de enxaqueca, todavia confesse que padece com seu perfeccionismo, com a autocrítica, que é muito sensível à crítica alheia e demasiadamente ansioso.

- Muitos querem se curar, mas poucos estão dispostos a neutralizar em si o ácido da calúnia, o veneno da inveja, o bacilo do pessimismo e o câncer do egoísmo.

Não querem mudar de vida!

- Procuram a cura de um câncer, mas se recusam a abrir mão de uma simples mágoa.

- Pretendem a desobstrução das artérias coronárias, mas querem continuar com o peito fechado pelo rancor e pela agressividade.

- Almejam a cura de problemas oculares, todavia não retiram dos olhos a venda do criticismo e da maledicência.

- Pedem a solução para a depressão, entretanto, não abrem mão do orgulho ferido e do forte sentimento de decepção em relação a perdas experimentadas.

- Suplicam auxílio para os problemas de tireoide, mas não cuidam de suas frustrações e ressentimentos, não levantam a voz para expressarem suas legítimas necessidades.

- Imploram a cura de um nódulo de mama, todavia, insistem em manter bloqueada a ternura e a afetividade por conta das feridas emocionais do passado.

- Clamam pela intercessão divina, porém permanecem surdos aos gritos de socorro que partem de pessoas muito próximas de si mesmos.

Deus nos fala através de mil modos; a enfermidade é um deles e por certo, o principal recado que lhe chega da sabedoria divina é que está faltando mais amor e harmonia em sua vida.

Toda cura é sempre uma autocura e o Evangelho de Jesus é a farmácia onde encontraremos os remédios que nos curam por dentro. Há dois mil anos esses remédios estão à nossa disposição.

Do Livro: O Médico Jesus
De José Carlos De Lucca.

**************************************
A partir de hoje estaremos viajando por uns dias. Deixamos esta mensagem para aqueles que gostam de refletir sobre harmonização  e paz interior.
17/11/2012 

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

FILOSOFANDO - Por Vicente Almeida


Não deixes de projetar o teu futuro, mas não te esforces exageradamente para não perderes as chances de viver o presente.

É no presente que tu vives e onde a felicidade está sempre a tua espreita para te fazer feliz.

Tudo está acontecendo agora, aproveita!

Veja bem! muitas vezes gastamos mais tempo e atenção com nossas projeções para o futuro, que nem percebemos tudo que a natureza nos oferece agora.

O excesso de atenção no passado gera remorsos e o excesso de atenção no futuro gera angústias.

Mas a atenção centrada no presente gera serenidade e se torna produtiva, por isto procure sempre viver mais o agora.

Texto: Vicente Almeida
16/11/2012

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

ABORTO - O MAIS TERRÍVEL DOS CRIMES - Por Vicente Almeida


CRIMINOSOS IMPUNES... TEMPORARIAMENTE!? 

Todo ser humano é dotado de livre arbítrio, isto é; poderá fazer o que bem entender, mas, não conseguirá fugir das consequências dos seus atos. 

A mulher, por exemplo, foi privilegiada com a capacidade da maternidade, isto é; Gerar um filho e mantê-lo em seu ventre durante certo período de tempo. Isto é mais que uma dádiva é um milagre da natureza. Mas quando o filho não é desejado ou esperado, alguns veem o fato como um estorvo, um empecilho a sua vaidosa felicidade. A mulher com seu livre arbítrio poderá utilizar o corpo que Deus lhe destinou como bem entender. E aqui vamos deixar claro – USAR O SEU CORPO, mas, jamais poderá dispor de uma vida que dele fez seu temporário abrigo.

Uma criança em gestação no ventre materno, ressalvadas raríssimas exceções é concebida por livre e espontânea vontade, e com a conivência do casal. A gravidez indesejada em função de situações adversas poderia ser evitada se o casal usasse de bom senso ou recebesse orientação de quem de direito.

A mulher, uma vez constatada a existência de um ser em seu ventre deveria zelar pela sua integridade, pois não tem direitos sobre aquele corpinho, ela não é dona daquela vida, nem o pai biológico o é, nem avós, nem tios. Ninguém pode dispor daquela vida para tirar-lhe o direito de existir, sem sérias consequências que perdurará por muitos anos, séculos ou milênios. Até que todos os infratores resgatem a falta, ninguém terá paz.

A criança provisoriamente alojada no seio materno, concebida com anuência da mãe, confia nela e está tomando por empréstimo o seu corpo no cumprimento de um mandato Divino, e se não fosse o seu egoísmo e às vezes a sua imaturidade, ela ficaria envaidecida por poder dar a sua contribuição.

O corpo da mulher é um santuário, é um templo de Deus e Ele assim o fez para que a vida pudesse ter continuidade. É assim desde o princípio, e seguirá indefinidamente pelos milhões de milhões de milênios afora.

Sabia que todos os envolvidos em um aborto poderão passar pelo mesmo processo abortivo que tenha causado a um indefeso ser nas próximas encarnações? 

Dependendo do seu grau evolutivo nesta esfera, os agentes que contribuíram para o aborto poderão nada sentir no momento, mas, recomendo que nunca leia nada sobre a inquisição nem veja as gravuras das imagens das vítimas trucidadas. Quero apenas dizer que o aborto é bem mais horripilante do que tudo aquilo.

Muitos são os procedimentos utilizados para provocar o aborto. Um deles é a trituração do feto dentro do ventre materno, com instrumentos cortantes, depois é retirado aos pedaços? Pois é! Ele sente dor, uma dor lancinante, uma dor indefensável e indefinível por cada pedacinho que lhe é amputado. O mais doloroso é que naquele momento, ele está sozinho naquele quartinho escuro... E pensava estar seguro em sua casinha.

muitos outros meios tão terríveis e macabros quanto este para eliminar uma vida inocente e indefesa.

O procedimento abortivo também mutila a mulher, não importa quem o execute nem o local, por mais organizado que seja. Se ela não sofre imediatamente por ser jovem, sofrerá no declínio da sua existência.

Toda criança assassinada no ventre materno, não estava ali por acaso. Ela tinha uma missão na terra! Nascer naquela família para salvar a própria mãe, os avós, um tio, um irmão, ou até a família inteira, quem sabe?

Poderia também estar em seu projeto de vida trazer para a humanidade: Amor; Paz e progresso, ou se tornar descobridor de uma tecnologia avançada que pudesse minimizar tanto sofrimento.

Poderia essa criança ser portadora de uma grande missão, pois Deus onisciente sabe os problemas que advirão sobre a humanidade e visualizando muito sofrimento envia da maneira mais simples um filho para nos ajudar. E o que fazemos? Criamos novos calvários, não o da cruz, mas muitos outros, tão terríveis e sofisticados quanto aquele.

Todos os dias eliminamos nossos salvadores via aborto. Todos os dias a humanidade leva muitos ao calvário. Essa e uma das razões por que não conseguimos minimizar tanto sofrimento, apesar de tanta tecnologia. Por isto é que quando encontramos cura para uma enfermidade surge outra ainda mais devastadora.

Os infratores enganam as leis humanas conforme seus recursos, mas, jamais conseguirão enganar a infalível lei eterna e imutável de ação e reação, que se aplica igualmente a todo ser humano e quando chegar a hora, títulos e riquezas nada significarão. Assim se expressou Jesus: “A cada um será dado, segundo as suas obras”. “Fazei aos outros tudo que quiseres que te façam”. É possível resumir nestas duas frases todo o Direito Cósmico da humanidade.

Se Maria, mãe solteira segundo a visão da lei moisaica, não recebesse o respeito e a compreensão de José e tivesse usado alguma substância para abortar nosso Salvador, evitando ser executada por apedrejamento, talvez, se a humanidade ainda existisse, provavelmente estaria a beira do caos.

Deus que tudo vê, e tudo provê, jamais dará a alguém carga maior do que possa conduzir. Maria e José, aceitaram sua missão e  superaram todos os obstáculos e sofrimentos, apesar do pesado fardo.

Ao aceitar sua carga/missão, Deus disporá para que todos os meios e recursos necessários estejam disponíveis. Não se engane... É assim que funciona!

Escrevo assim para os jovens inconsequentes e para os pais que acham ser o fim do mundo um filho ou um neto inesperado e alguns estimulam ou obrigam a mulher ou a filha, a cometer o mais horrível de todos os crimes. Criminoso não é somente aquele que executa, mas, todos os que contribuíram para o mesmo fim.

É muito difícil, mas não é impossível. Ainda há tempo para os pais criarem vínculos de sólida amizade e confiança junto aos  filhos convivendo mais e orientando-os sobre o uso da sua sexualidade, não como brinquedo, ou diversão, banalizando-o, mas como uma manifestação Divina de poder e confiança na criatura humana.

estou mais uma vez, isolado, apresentando meu protesto, em benefício daqueles que poderão perder o direito a vida, como nos tempos da inquisição onde as torturas impostas, sempre resultavam na morte das vítimas, também inocentes, que vivas e sem anestesia assistiam a mutilação dos seus corpos. As mulheres eram as vítimas mais visadas e os inquisidores adoravam decepar seus seios. Os homens tinham braços e pernas separados do corpo, para citar apenas estes dois casos. Tudo era covardia. Parece que nada mudou. Mudaram a idade das vítimas.

Não é suficiente as doenças que já temos? Originadas de deficiências orgânicas em qualquer idade e que sofremos juntamente com as vítimas para encontrar tratamento adequado, as vezes sem obter resultados como a neoplasia maligna; a alienação mental; a aids, a cegueira; parkinson, Alzheimer e tantas inumeráveis outras!

A gravidez não é uma doença e há muitas formas de evitá-la, mas a pratica do aborto é um assassinato previamente programado, resultante da maldade, da vaidade do egoísmo, da prepotência e dos preconceitos humanos, que constrange duas vítimas sadias: Mãe e filho e tem caráter irreversível, assim como as enfermidades oriundas do ato. Se alguém já praticou, não pratique mais. Vamos ajudar de alguma forma desestimulando-o.

**********************************************
***************************************
Se você conseguiu ler tudo e se tiver um tempinho... Medite um pouco! Faça alguma coisa - REAJA COMO PUDER. MAS REAJA de forma a contribuir para minimizar o final trágico de tantas vítimas sadias!

Texto: Vicente Almeida
15/11/2012