OBRIGADO PELA VISITA

O LABORATÓRIO SIDERAL leva até você, somente POSTAGENS de cunho cultural e educativo, que trata do universo; das gentes; das lendas; das religiões e seus mitos, e de forma especial, dos grandes mistérios que envolvem nosso passado. Contém também muitos textos para sua meditação. Tarefa difícil, mas atraente. Neste Blog não há bloqueio para comentários sobre qualquer postagem.

A FOTO ACIMA É A VISÃO QUE TEMOS DA CHAPADA DO ARARIPE, A PARTIR DA NOSSA "VILA ENCANTADA".

domingo, 14 de abril de 2013

O TIRO SAIU PELA CULATRA - Por Vicente Almeida


Conheci o personagem do fato que vou narrar.

Na década de 70, aqui no Crato, um conhecido comerciante havia comprado um Jeep Willys 1951, uma raridade. Feliz da vida, ao encerrar o expediente comercial,lá vai ele no rumo de casa.

chegando foi apresentar sua aquisição aos vizinhos e percebeu que faltava uma lanterna traseira mas comentou com um deles:

- Não tem problema, isso eu resolvo com um desses meninos de rua.

Dito e feito, no dia seguinte, ao chegar em seu comércio chamou um daqueles garotos de rua e disse:

- Eu te dou vinte cruzeiros se tu me arranjar uma luzinha dessas aí ó! E mostrou na traseira do seu Jeep o tipo de lanterna que queria.

- O garoto olhou e disse, deixa comigo!

Passou-se quase um mês, já desenganado, o feliz proprietário do JEEP vê o menor entrar em sua loja e dizer:

- Seu Zé, eu truve a sua encomenda, e mostrou a lanterna que ele tanto queria para o seu Jeep.

Feliz da vida pagou o prometido e agradeceu ao garoto.

Após o expediente correu para casa com o fim de instalar a lanterna que faltava.

Tão contente estava, que saiu mostrando aos vizinhos a lanterna nova dizendo que havia comprado por um dinheirão. De pronto fez a instalação e ligou as luzes para ver quão belo havia ficado, agora com as duas lanternas traseiras.

Posso dizer que ele ficou estupefacto ao olhar a traseira do seu Jeep, por que agora estava faltando a lanterna que ele havia mostrado ao garoto.

Fulo da vida percebeu que havia caído em um grande logro e bradou:

- AQUELE FELA DA P... AH SE EU PEGO AQUELE BAITOLA...

O comerciante falou outros nomes mais cabeludos que deixo de mencionar, mas que ficou irado, isso ele ficou!

Naquele tempo, as lanternas traseiras dos Jeeps, de ambos os lados eram iguais. 

Tenha um ótimo domingo!

Escrito por Vicente Almeida
14/04/2013

3 comentários:

  1. Vicente:

    Seu texto me fez lembrar uma frase que era dita pelas freras, quando fazíamos alguma traquinagem.
    "Não mintam: pois sabemos que em todo erro há uma verdade oculta"....kkkkkkkkkk
    O erro do seu amigo houve uma verdade. Ele estimulou o garoto a cometer um erro pensando se sair bem com o que pedira.....
    É a história: "O feitiço cai sobre o feiticeiro".
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. É...

    Pois é Fideralina:

    Ela mandou que o garoto roubasse uma lanterna igual a sua, para colocar na outra lateral do Jeep e o esperto menino roubou a única que tinha no seu próprio Jeep. Este fato foi muito comentado aqui no Crato.

    ResponderExcluir
  3. Vicente, ando meio ocupada com uns curso que inventei de fazer que quase não passeio pelos nossos Blogs!
    Um abraço e bom domingo.

    ResponderExcluir