OBRIGADO PELA VISITA

O LABORATÓRIO SIDERAL leva até você, somente POSTAGENS de cunho cultural e educativo, que trata do universo; das gentes; das lendas; das religiões e seus mitos, e de forma especial, dos grandes mistérios que envolvem nosso passado. Contém também muitos textos para sua meditação. Tarefa difícil, mas atraente. Neste Blog não há bloqueio para comentários sobre qualquer postagem.

A FOTO ACIMA É A VISÃO QUE TEMOS DA CHAPADA DO ARARIPE, A PARTIR DA NOSSA "VILA ENCANTADA".

sábado, 2 de agosto de 2014

O QUE É A MORTE - Por Vicente Almeida

O ser humano sempre temeu a morte. É o desconhecido que se descortinará inexoravelmente para todos a qualquer momento.

Esse temor, advem da certeza que temos de que algo dentro de nós sobrevive após cessar a vitalidade do corpo e ele ser devolvido à terra.

Muitas vezes ficamos inconformados com a partida de entes queridos para o além.

Sobre esses temores, Agostinho de Hipona (354/430) teólogo e filósofo dos mais importantes do início da era cristã, assim se expressou:

*****************************************************

A morte não é nada. 
Eu somente passei 
para o outro lado do Caminho.

Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês, 
eu continuarei sendo.

Me deem o nome 
que vocês sempre me deram, 
falem comigo 
como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo 
no mundo das criaturas, 
eu estarei vivendo 
no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene 
ou triste, continuem a rir 
daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado
como sempre foi, 
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra
ou tristeza.

A vida significa tudo 
o que ela sempre significou, 
o fio não foi cortado, 
Se fosse eu estaria fora 
de seus pensamentos,
agora estou apenas fora 
de suas vistas!

Eu não estou longe, 
apenas estou 
do outro lado do Caminho...

Você que aí ficou, siga em frente,
a vida continua, linda e bela
como sempre foi.

*****************************************************

Antes de nos desesperarmos por que alguém partiu devemos meditar sobre a grandeza do nosso CRIADOR e tentar compreender que tudo está correto e segue seu rumo inexoravelmente. Ninguém parte antes da hora, salvo o suicida.

"Suicida não é somente aquele que usando ou improvisando uma arma investe contra si mesmo. Suicida é também todo dependente químico, alcoólatra, fumante e os imprudentes em geral".

Você sabia que o suicida não improvisa o ato de sua morte? Ele a programa nos mínimos detalhes durante certo tempo. Se algum ente querido não perceber a tempo esse desalinhamento mental e ajudá-lo a superar, o fato inexoravelmente se consumará.
Escrito por Vicente Almeida
02/08/2014

3 comentários:

  1. É...

    O texto apresenta duas situações distintas: Aquele que parte feliz deixa saudades imorredouras e aquele que parte infeliz deixa lembranças amargas.

    Analise uma e outra situação e tire suas próprias conclusões conforme seu conceito de humanidade.

    ResponderExcluir
  2. A morte é apenas mais uma fase de nossas vidas. Sabemos que um ser humano nasce, cresce e morre. Mas o que poucos sabem é que antes de nascer nesse mundo tivemos uma vida, a uterina. Nosso mundo era muito diferente. Então chegou o momento que nosso mundo acabou e tivemos que passar para a próxima fase, apesar de completamente diferente, nos adaptamos a ela, a vida na mãe Terra. Mas um dia, nossa vida na mãe Terra irá acabar e nós passaremos para outra vida em outro mundo e também já sabemos como é esta...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É...

      É verdade Danielle!

      A vida espiritual estagia em um circulo dividido em três fases distintas aperfeiçoando sua evolução em cada uma dessas fases:

      1) Gestação no seio materno manifestando sua presença física, mas, sem poder de decisão é um período de no máximo nove meses;

      2) Pelo nascimento passa a explorar a vida planetária compartilhando e tomando decisões positivas ou negativas. Esse período dura de zero a mais de cem anos;

      3) Pelo fenômeno chamado morte, o ser vivente, novamente torna-se espírito retornando ao lar ou pátria espiritual e os atos praticados em vida, ali se manifestam em forma de alegria ou sofrimento. Sua passagem pelo lar espiritual pode durar até milhares de anos antes de retornar mais uma vez a primeira fase.

      A morte não é o fim, mas, o único meio de chegar ao estágio seguinte da vida continua e eterna do espírito.

      Obrigado pela sua visita

      Excluir