OBRIGADO PELA VISITA

O LABORATÓRIO SIDERAL leva até você, somente POSTAGENS de cunho cultural e educativo, que trata do universo; das gentes; das lendas; das religiões e seus mitos, e de forma especial, dos grandes mistérios que envolvem nosso passado. Contém também muitos textos para sua meditação. Tarefa difícil, mas atraente. Neste Blog não há bloqueio para comentários sobre qualquer postagem.

A FOTO ACIMA É A VISÃO QUE TEMOS DA CHAPADA DO ARARIPE, A PARTIR DA NOSSA "VILA ENCANTADA".

terça-feira, 31 de julho de 2012

O DESTINO DA ALMA - Por Vicente Almeida

A VIDA ALÉM DA VIDA
VISÃO CONFORME ALGUMAS CRENÇAS RELIGIOSAS

É preciso entender com o coração o que Cristo queria dizer ao falar em demônios dominando corpos e mentes. Na verdade Ele estava falando do mal que carregamos em nossos corações e para nossa felicidade precisava ser extirpado.

Fundamentado na lei da eterna misericórdia, não é possível acreditar que uma vida de míseros dias ou uma centena de anos leve a alma a perfeição ou a perdição eterna. A maioria dos seres humanos, por intuição sabe da existência da alma, ou espírito, como queira denominar.


Segundo os cristãos católicos, se o homem morre com um histórico de maldades praticadas, a alma irá padecer no inferno por toda a eternidade... É muito tempo não?

Mas se no leito de morte receber a extrema unção será salvo, isto é; vai direto para o céu e não padecerá no inferno. É muito estranho, um paradoxo. Como fica então, se essa pessoa tiver praticado muito mal contra o próximo durante sua existência. É fácil perceber o quanto é limitada a nossa compreensão, e como nos esforçamos para continuar acreditando em mitos, apenas para não termos o trabalho de raciocinar.


Algumas linhas cristãs evangélicas afirmam a realidade e eternidade do inferno, outras defendem o aniquilacionismo, isto é; as almas que não forem salvas deixarão de existir após a morte. Contudo esta não é a corrente principal da fé evangélica.

Para os Adventistas do sétimo dia, o inferno não existe. O pó da terra que formou o corpo da criatura humana recebe o fôlego da vida. Após a morte do corpo, o fôlego da vida retorna a sua origem que é Deus.

As Testemunhas de Jeová acreditam que não existe inferno como o descrito pelos cristãos. Eles traduzem inferno apenas como a sepultura onde jazem os mortos e quando chegar o dia da ressurreição, todos os seus pecados serão simplesmente perdoados e ressuscitarão.

O Islamismo descreve no alcorão, que a alma após sofrer as consequências do seu pecado no inferno, purifica-se, e poderá ser conduzida ao Paraíso.

A crença judaica acredita que há um lugar denominado inferno e é utilizado para a purificação dos mortos antes de poder ascender ao céu.

O Budismo parece exagerar. Possui dezoito tipos de infernos, oito quentes, oito frios e duas sub-categorias dos anteriores, mas, como no judaísmo, o sofrimento não é eterno.

Para o Espiritismo, o inferno não é um lugar como defendem as religiões. É um estado de consciência da pessoa, que incorre em ações contrárias as estabelecidas pelas leis morais, resultando daí, sofrimentos em forma de desequilíbrios: Espiritual; Emocional; Psicológico; ou Orgânico, de acordo com a gravidade de suas ações, e durará tanto tempo quando for necessário para o reequilíbrio moral, além de as vezes ser necessário várias encarnações da alma, em corpos projetados para cada finalidade regeneradora, aplicando-se a eterna lei de ação e reação. O sofrimento ocorre tanto na vida espiritual como na vida material.

O espiritismo entende que a Misericórdia Divina não atribui penalidade por atos praticados com absoluto desconhecimento das regras da civilização. Desta forma: Um doente mental não será responsabilizado por um crime da mesma forma que o é alguem em sã consciência; Tribos que ainda levam uma vida rudimentar e selvagem, que praticam o canibalismo para saciar necessidade alimentar, não cometem crime, tornam-se semelhantes aos animais que em sua cadeia alimentar, simplesmente devoram-se uns aos outros.
 
SINCERAMENTE, Qual dos conceitos acima você acha estar mais em sintonia com a Misericórdia Divina?

Escrito por Vicente Almeida
31/07/2012

3 comentários:

  1. Oi, Vicente, visitei seu blog e fiquei impressionada com tamanha riqueza de informação. Gostei muito da apresentação. Oportunamente tentarei comentar alguma das suas postagens que são muito ricas de conteúdo. Parabéns, amigo! Estou feliz com mais essa aquisição.

    ResponderExcluir
  2. Querido Vicente, mais uma vez quero lhe parabenizar pela qualidade deste maravilhoso Blog.

    Quanto aos conceitos acima, SINCERAMENTE, eu acho que nem um, estar em sintonia com a misericórdia DIVINA.

    Abraço carinhoso e fraterno. Fatima Bezerra Cordeiro.

    ResponderExcluir
  3. Vicente, visitei seu blog e postei um comentário. Estou surpresa porque não foi publicado, não sei qual foi o erro. Cliquei com uma conta da Google e nada. Acho que sou analfa na informática.

    ResponderExcluir