OBRIGADO PELA VISITA

O LABORATÓRIO SIDERAL leva até você, somente POSTAGENS de cunho cultural e educativo, que trata do universo; das gentes; das lendas; das religiões e seus mitos, e de forma especial, dos grandes mistérios que envolvem nosso passado. Contém também muitos textos para sua meditação. Tarefa difícil, mas atraente. Neste Blog não há bloqueio para comentários sobre qualquer postagem.

A FOTO ACIMA É A VISÃO QUE TEMOS DA CHAPADA DO ARARIPE, A PARTIR DA NOSSA "VILA ENCANTADA".

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

O ABORTO - Por Vicente Almeida

A MAIS CHOCANTE AGRESSÃO HUMANA

O que é o aborto? Um crime hediondo, inafiançável ou é uma agressão direta a Deus?

A gestação quando interrompida por meios ilícitos, representa a maior agressão que um ser vivo - o feto pode sofrer.

um terrível engano supor - Sim supor que no ventre materno quando em gestação não há um ser inteligente já habitando aquele corpo em crescimento.

Crime, Crime, Crime, bradam os céus e os autores não ficarão impunes. Não mesmo.

Queria
que por instantes as pessoas tidas como inteligentes, imaginassem se encontrar de repente atado a uma estaca e aos seus pés uma fogueira acesa prestes a alcançá-los e destruí-los e com o seu calor fazer suas carne se decompor pela ação do fogo!


Mesmo atado aquele tronco tentaria subir na estaca para manter a distancia do fogo. Dói não é? O que ele faria? Pediria socorro a plenos pulmões até ficar rouco, na tentativa de ser ouvido e socorrido por alguém!

Pois bem; semelhante coisa acontece com o feto no ventre materno, quando o médico - Esse ser nem pode ser chamado de médico, digamos: monstro, ou charlatão introduz na vagina da mulher instrumentos macabros para destruir a vida no útero, e isto é feito retirando-o aos pedaços.

Quando esse instrumento é introduzido, a criança em gestação percebe e sobe tentando se esconder da agressão, chegando a ficar no estômago da mãe e grita desesperadamente o seu inaudível e doloroso pedido de socorro. Ninguém o escuta. Todos ali estão preocupados em ASSASSINÁ-LO.

São tenebrosas as formas usadas para matar e destruir uma criança no ventre materno: Por aspiração: A pessoa que executa o aborto insere no útero um tubo plástico oco com a extremidade semelhante a uma faca. A força da sucção despedaça o corpo do feto; Por envenenamento com injeção liquida de sal que queima a pele e o bebê sofre por mais de uma hora até morrer; Por dilatação e corte usando uma ferramenta cirúrgica em forma de foice que dilacera o corpinho do bebê, que é retirado aos pedaços; Por hysterotomia (o mesmo que cesariana) o bebê é retirado vivo, recebe uma injeção para morrer, depois é utilizado em experiências ou é vendido para a indústria de cosméticos para a fabricação de produtos de beleza à base de colágeno. Outra forma de matar é o uso de abortivos caseiros, ensinados pelos malditos amigos da gestante.

Nos casos de Aspiração e Dilatação/corte, o bebê sente um seu bracinho arrancado, uma perninha e tudo o mais. É uma mutilação, parte por parte vai sendo desmontada até nada mais restar. Poderemos dizer que houve "Um esquartejamento". Onde está a graça?

Como ninguém viu nada, foi tudo por baixo do pano, não houve crime, verdade? MENTIRA! Não há crime maior que esse!

O médico - Que médico que nada; Monstro abortivo, seus auxiliares, os pais e todos aqueles que contribuíram para o crime, passarão inexoravelmente sob um rolo compressor e o seu sofrimento será bem maior do que se poderia imaginar, e não dá para descrever.

Não escaparão a punição da lei de Ação e Reação, que Deus estabeleceu para toda a eternidade. Baseado nesta lei "Ação e Reação" Aqueles que contribuíram para um ou mais abortos, poderão em uma próxima encarnação sofrer bem mais do que o sofrimento infligido a mais inocente e indefesa das criaturas.

A mulher
se diz dona do seu corpo e acha que tem direito de fazer dele o que quiser sem sofrer nada. Que dona coisa nenhuma, o seu corpo lhe é concedido por empréstimo por certo tempo, e está sujeito a lei natural como qualquer outro ser vivo.


Contudo não há coisa mais bela do que o corpo feminino quando respeitado. Ele é um santuário divino que resplandece e reflete a vontade do Senhor, para tornar a maternidade mais saborosa. É um templo onde ocorre o milagre da vida.

Nem todas as mulheres são abençoadas com a capacidade de multiplicar. Existem as estéreis que sofrem exatamente por não poder ter filhos...

...Mas, também há aquelas que por pura vaidade não adotam os desamparados da vida, para não ter trabalho. São fúteis.

Somente poderemos perceber a extensão do sofrimento alheio, quando nos colocamos mentalmente na situação daquele que sofre.

Assim sendo: IMAGINE que era você o feto que estava sendo extraído do ventre materno! SÓ IMAGINE! O que você poderia fazer? Lá naquela hora NADA.

Mas aqui, enquanto vivo, poderá contribuir para minimizar esta situação. COMO? Batalhando! Usando a força do amor. Quando algo assim chegar ao seu conhecimento desestimule as pessoas envolvidas a praticarem temeroso ato.

Deus jamais abandonará ou deixará de suprir as necessidades maternas, mas a nossa vaidade, prepotência e egoísmo estão sempre nos dizendo ao contrário. Não deixe que esses parasitas mentais vençam esta batalha.

Jamais poderemos descobrir o que perdemos ao praticar um aborto. Deus em sua infinita previdência, sempre se antecipa para que nada soframos. Aquele filho poderia ser alguém destinado a nos livrar de futuras, difíceis e imprevisíveis situações.

Por sua agressividade, deixamos de inserir imagens chocantes sobre o aborto, mas inserimos o vídeo abaixo que celebra a vida.

video

Pense mil vezes antes de estimular ou aceitar a ideia de um aborto. Assassinar uma criatura humana no ventre materno, um ser indefeso é o crime mais vil que se pode praticar.


Escrito por Vicente Almeida
01/08/2012

Um comentário:

  1. Querido casal, Vicente Almeida e Valdennia, Parabéns pelo maravilhoso BLOG; eu sentia falta de um veículo que abordase assuntos tão relevantes, como os que você nos oferece neste espaço; nos fazendo pensar com mais interesse em DEUS,e na nossa existência.

    Sou completamente contra o aborto; e a favor da VIDA!
    Abraço carinhoso e fraterno.

    ResponderExcluir