OBRIGADO PELA VISITA

O LABORATÓRIO SIDERAL leva até você, somente POSTAGENS de cunho cultural e educativo, que trata do universo; das gentes; das lendas; das religiões e seus mitos, e de forma especial, dos grandes mistérios que envolvem nosso passado. Contém também muitos textos para sua meditação. Tarefa difícil, mas atraente. Neste Blog não há bloqueio para comentários sobre qualquer postagem.

A FOTO ACIMA É A VISÃO QUE TEMOS DA CHAPADA DO ARARIPE, A PARTIR DA NOSSA "VILA ENCANTADA".

terça-feira, 14 de agosto de 2012

DEUS, NÓS O CONHECEMOS? - Por Vicente Almeida

QUEM É DEUS?

Sabemos que nossas postagens mexem com o brio de muitos leitores acostumados a ver a religião pelo lado de dentro, seguindo tradições religiosas pensando estar seguindo Deus.

Os tempos mudaram, e a compreensão humana que até meados do século XX era limitada e obrigada a aceitar sem questionar a pedagogia dos dogmas como verdade absoluta, hoje transita por novos caminhos que revelam conhecimentos antes negados aos leigos, como o direito de estudar sobre as origens da divindade e de si mesmo.

Este que vos escreve, Sempre quis entender religião, mas quando via cada seguimento apresentando um deus segundo seus interesses, ficava sem compreender por que? Ora Deus é único e devia ser visto por todos da mesma forma.

Sabemos que Ele não sai por ai fazendo milagres para satisfazer nossos caprichos mundanos, conforme pregam certas religiões. Deus também não pode ser confinado em lugares específicos conforme pregam outras religiões.

Sabemos mais, que Deus onipotente estabeleceu leis eternas e imutáveis que regem todo o cosmos, e essas leis não podem ser alteradas para nos satisfazer aqui neste cantinho perdido da Via Láctea. Seria muita prepotência da nossa parte imaginar que Deus daria a vitória a um time e prejudicaria a outro só por que pedimos.

Ele é imparcial, não julga, não pune nem beneficia. Nunca ficaria do lado de um prejudicando ao outro. Somos todos filhos seus. Sua criação. Somos uma centelha da sua vontade. Nós é que nos desviamos das leis morais estabelecidas por Deus e sofremos as consequências. O "Livre Arbítrio" nos dá o direito de decidir ser felizes ou infelizes.

Na antiguidade. Segundo a Bíblia. Havia um deus para cada situação ou povo. Eram milhares e cada seguidor pretendia que o seu fosse melhor que o outro. Não vejo diferença nas religiões hoje disseminadas pelo planeta. Continua tudo como antes.

A idolatria no mundo cristão não existe, contudo, cada seguimento religioso idealizou um Deus diferente, ora milagreiro, ora magnânimo e ora vingativo que entrega sua criação à perdição eterna. Seguramente este não é o meu Deus.

O Deus que eu amo nunca me abandonará, nem deverá atender meus caprichos. Sua lei é simplesmente justa e nada mais. Para ser feliz, preciso apenas cumprir sua lei.

Nosso futuro não está escrito, e podemos fazê-lo como bem entender. Somos escultores da nossa própria vida. Podemos dar-lhe uma forma gloriosa e viver felizes, ou arrastar uma vida miserável por todos os nossos dias. Todo dia temos oportunidades de melhorar. Nós decidimos! Para tanto Deus nos concedeu o livre arbítrio.

Nascemos no mundo Cristão, por tanto somos cristãos. Mas não nos deixamos levar pelos conceitos que contradizem verdades absolutas, sobrepondo seus mitos a essas verdades. Não questionamos rituais ou credos religiosos, pois, cada fiel deve seguir o seu coração e participar daquele com o qual mais se identifique. Deus entende perfeitamente.

Deus sabe o de que precisamos, antes que venhamos a pedir-lhe. Façamos com amor, tudo que depender do nosso trabalho, e todas as coisas necessárias nos serão dadas por acréscimo. SIMPLES ASSIM. Nós é que complicamos tudo.

Nossas postagens visam falar sobre Deus e sua criação, e desmistificar tabus e temores implantados em nossas mentes durante muitos séculos. Nossa geração modernizada tem capacidade de compreender melhor quando a informação é desprovida de preconceitos místicos antigos e ultrapassados. Nossa maior confiança no Criador, se origina na razão e não em tabus e medos.

Não podemos nem devemos utilizar a indústria das promessas a Deus e aos santos, tão abundantes no século passado: "Deus me dê isso que eu faço aquilo pro Senhor". POODE?

Escrito por Vicente Almeida
14/04/2012 

3 comentários:

  1. Olá, Vicente, como sempre, você escreve muito bem.
    Digo, sei que não é fala minha: Futebol, Política e Religião não se discute.
    Pois bem, sei que Deus é Amor, Ágape!
    Sei também que o Planeta inteirinho não tem a mesma mentalidade que eu. Cada povo tem a sua cultura, a sua crença e a sua fé. O que importa é a unidade da diversidade. Vamos caminhando...
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. "O Deus que eu amo nunca me abandonará, nem deverá atender meus caprichos. Sua lei é simplesmente justa e nada mais. Para ser feliz, preciso apenas cumprir sua lei."
    Vicente:
    É nesse parágrafo de sua postagem que me identifico. Fui educada em colégio de freiras. Sempre cumpri as regras ditadas por elas (as religiosas). Missa diária, confissão mensal, comunhão também diária, etc.... Nunca nos orientaram sobre a Bíblia (como ler e interpretar). Daí você achar que realmente havia o céu e inferno. Ao concluir a etapa pedagógica (ser professora) enfrentei outro mundo e fui me colocando diante de outro... descobri que os ensinamentos não foram de tudo, negativos, mas muita coisa não se encaixava. A minha educação religiosa dada pelos meus pais foram mostrando o cumprimento dos MANDAMENTOS da Lei de Deus, o que me reservo a cumprí-los. Nada ao pé da letra e nada de pecado que me levaria ao "INFERNO" por não assistir MISSA aos domingos e Dias Santos. E, me baseio no AMOR A DEUS amando meu próximo e procurando cumprir minhas atividades profissionais sendo coerente e dando um bom exemplo aos que me seguem. Pelo menos, tento.
    Um abraço e Boa Tarde. .

    ResponderExcluir
  3. Eh...

    Artemísia:

    É exatamente essa variedade, essa divesidade que faz a coisa funcionar perfeitamente bem.

    Cada um vê e se comporta segundo o seu adiantamento moral, com muitas possibilidades e oportunidades de se aperfeiçoar cada vez mais. É só querer!

    Deus é perfeito e suas leis são eternas e imutáveis.

    Fideralina:

    Enfrentamos muitos tabus, medos e mitos. Felizmente essa fase passou e aqui estamos reconstituindo os fragmentos das informações que não nos passaram.

    Os dez mandamentos incorpora todos os ensinamentos necessários a felicidade que Deus deseja que tenhamos.

    E o caminho da felicidade é esse: 1-Amar a Deus sobre todas as coisas; 2-Não tomar seu santo nome em vão; 3-Guardar os domingos e festas de guarda; 4-Honrar pai e mãe; 5-Não matar; 6-Não pecar contra a castidade; 7-Não roubar; 8-Não levantar falsos testemunhos; 9-Não desejar a mulher do próximo; 10-Não cobiçar as coisas alheias. Esta é a tradução católica.

    Na verdade a Bíblia diz assim: 1-Amarás teu Deus sobre todas as coisas; 2-Não faças para ti ídolos, nenhuma representação daquilo que existe no Céu e na Terra, ou nas águas que estão debaixo da Terra; 3-Não pronuncies em vão o nome de Deus; 4-Observa o dia de sábado para o santificares; 5-Honra teu pai e tua mãe; 6-Não mates; 7-Não cometas adultério; 8-Não roubes; 9-Não apresentes testemunhas falsas contra teu próximo; 10-Não cobices a casa do teu próximo, nem a mulher do próximo, nem o escravo, nem a escrava, nem o boi, nem o jumento, nem coisa alguma que pertença ao teu proximo.

    O estranho é que segundo o Antigo Testamento, Deus santificou o sétimo dia, e mandou que naquele dia não haveria trabalho, depois traduzido como sendo o sábado, mas não é provável que naqueles tempos já existissem os dias da semana.

    Por motivos religiosos, a igreja católica alterou o repouso semanal para o primeiro dia da semana - domingo.

    Contudo se observarmos a origem do calendário, em postagem neste Blog veremos que nenhuma data corresponde a verdade dos tempos. Então deixa pra-lá. Data é apenas um referencia. Vamos observar apenas o valor do ensinamento e fazer valer nossa fé.

    ResponderExcluir