OBRIGADO PELA VISITA

O LABORATÓRIO SIDERAL leva até você, somente POSTAGENS de cunho cultural e educativo, que trata do universo; das gentes; das lendas; das religiões e seus mitos, e de forma especial, dos grandes mistérios que envolvem nosso passado. Contém também muitos textos para sua meditação. Tarefa difícil, mas atraente. Neste Blog não há bloqueio para comentários sobre qualquer postagem.

A FOTO ACIMA É A VISÃO QUE TEMOS DA CHAPADA DO ARARIPE, A PARTIR DA NOSSA "VILA ENCANTADA".

sábado, 25 de agosto de 2012

ALZHEIMER, VISITA INDESEJÁVEL - DEFENDA-SE - Por Artemisia


EU E MEUS BOTÕES

Todos os dias eu brinco com a vida, dizendo para ela que pretendo retardar a Alzheimer. E não estou brincando.

A minha mãe, hoje com noventa e cinco anos, viveu bem por quase noventa, até que um dia lá vem ela, a senhora Alzheimer, com toda sua imponência e ataca sem piedade.

dias venho pensando nela. Mas não vou respeitá-la. Tudo que puder, farei para contrariá-la.

Não permitirei que tome conta de mim. Soe muito curiosa com relação a tudo que se refere à D. Alzheimer. Exercícios bem simples são indicados para retardar a sua visita, já que não há prevenção.

Li hoje no jornal, uma matéria sobre o assunto. O jornal diz que segundo a Associação Internacional da Doença de Alzheimer (ADI) 35,6 milhões de pessoas no mundo convivem com a enfermidade (dados de 2010). Em 2030 poderá chegar a 65,7 milhões e em 2050, a 115,4 milhões. É incurável e apavorante. Porém pesquisadores do mundo todo estão empenhados em ao menos facilitar o diagnóstico e apontar seus riscos.

algumas dicas que nos ajudam a mantê-la um pouco distante e melhorar a nossa memória.

São elas:

Prestar mais atenção ao que nos é dito;

Cuidar bem da nossa alimentação comendo várias pequenas refeições ao dia, para evitar baixa nos níveis de glicose no sangue;

Dormir bem, em média sete ou oito horas por noite;

Sonhar... “Sonhar é outra parte do processo de alívio do estresse, que limpa a mente e permite um aprendizado mais rápido”;

Organizar o que for importante ao nosso redor;

Repetir a mesma tarefa ou frase. “Aquele bom e velho hábito de repetir em voz alta continua sendo um dos melhores métodos de memorização”. O mais importante é continuar aprendendo para exercitar a memória.

Por fim ter um hobby e ler, também ajudam a não encontrá-la logo ali na esquina da vida.

Além dessas dicas valem aquelas já bem conhecidas:

Mudar o trajeto; Comer; Escrever; Desenhar com mão contrária à de costume.

Sabe aquela brincadeira de criança, que os adultos brigavam com a gente e diziam que estávamos vendendo nossa mãe para o diabo? Pois é; Andar de costas é um ótimo exercício.

Veja bem, o que vale é quebrar a rotina, o normal, o habitual, e fazer diferente, o anormal.

Não é legal a gente saber disso, e deixar D. Alzheimer a nos esperar lá longe... Bem longe?! 

Dona Edvirgens, minha mãe e de mais dez filhos, completa hoje, neste 25 de agosto, 95 anos, e rogo a Deus que ilumine sempre os seus dias.

Quanto a Dona Alzheimer que se cuide, ela não vai me pegar. Desde muito cedo comecei a construir minha trincheira defensiva.
****************************************

Texto em perfeita sintonia com a meta do Laboratório Sideral. Copiado do Blog: www.artemisia-palavraspalavras.blogspot.com.br
Mediante autorização da administradora.

Escrito por Artemísia
25/08/2012

4 comentários:

  1. Eh...

    ARTEMÍSIA:

    Alzheimer. Ninguém está livre, mas você tem razão poderemos muito bem retardar sua indesejável visita.

    Basta fazermos a nossa parte. As técnicas para mantê-la à distância por mais tempo são simples, tão simples que ninguém liga. Ah se ligassem!

    ************************************************

    Faço votos para que D. Edvirgens receba sempre todo o carinho familiar, tão necessário nesses momentos.

    Ao mesmo tempo PARABENIZO-A pela longevidade, pois hoje iniciou mais um ano na sua jornada terrena.

    Que ela receba o meu carinhoso abraço, de coração a coração.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Vicente, tentei postar um comentário aqui no seu blog hoje pela manhã e não consegui. Tentarei agora, de casa para ver se dará certo.
    Gostaria imensamente de agradecer as suas palavras de carinho para com a minha mãe. Com certeza o seu pensamento chegou ao coração dela e nós agradecemos por isso.
    Um afetuoso abraço por ela!

    ResponderExcluir
  3. Artemísia:

    Belo trabalho o seu.

    Seria bom que todas nós mulheres nos preparássemos um pouco mais para não viver uma velhice atribulada pela enfermidade, principalmente por que hoje temos facilidade em minimizar sofrimentos futuros, através dos exercícios e técnicas disponíveis.

    Basta manter a mente e o corpo em plena atividade.

    Valdênia Almeida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Valdênia, vamos caminhando em busca de um envelhecimento com dignidade. Minha mãe sempre dizia: quem de novo não morre, de velho não passa! Quanta sabedoria carregamos se aprendermos a viver melhor?!
      Um abraço.
      Artemísia

      Excluir