OBRIGADO PELA VISITA

O LABORATÓRIO SIDERAL leva até você, somente POSTAGENS de cunho cultural e educativo, que trata do universo; das gentes; das lendas; das religiões e seus mitos, e de forma especial, dos grandes mistérios que envolvem nosso passado. Contém também muitos textos para sua meditação. Tarefa difícil, mas atraente. Neste Blog não há bloqueio para comentários sobre qualquer postagem.

A FOTO ACIMA É A VISÃO QUE TEMOS DA CHAPADA DO ARARIPE, A PARTIR DA NOSSA "VILA ENCANTADA".

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

DIVAGANDO BEM DEVAGARINHO - Por Vicente Almeida

O MUNDO EM QUE VIVEMOS

Aceitamos as sugestões da mídia, que entre em nossos lares sem pedir licença, nos estimulando a gastos sem controle. 

Bebemos em excesso, por vício, desgostos e decepções, por que estamos com amigos, ou por que estamos em uma festa e é de graça. Melhor seria que em qualquer situação, a bebida não ultrapassasse o limite da razão, mas somente poucos privilegiados pensam nisso. 

Nos irritamos Facilmente: Tudo é motivo para uma pequena e ligeira agressão que às vezes pode tomar proporções incontroláveis. Perdoamos com dificuldade, mesmo sabendo que isto nos traria a paz. 

Somos intolerantes demais: Quando detemos algum poder, o primeiro passo é mostrá-lo, humilhando o primeiro subalterno que nos incomodar. às vezes o humilhado, entristecido pela sua incapacidade engole em seco, pois precisa do emprego para manter a família. Exigimos tolerância, submissão. Cristo fez o inverso e tinha todo o poder do mundo. 

Falamos demais, até pelos cotovelos, mas são palavras sem coordenação emocional, portanto, sem valor.  Amamos, - Amamos? ou fingimos. Quem ama conduz um raio de luz que gera paz e felicidade por onde passa. Odiamos, às vezes, não uma pessoa específica, mas, o mundo. 

Criticamos tudo que é contrário aos nossos pontos de vista. Estamos sempre do lado oposto. Isto não é sabedoria ou inteligência, é irracionalidade, pois queremos sempre impor nossas verdades, sem ouvir e contrariando as verdades dos outros. 

Deixamos a ganância e a vaidade subirem à cabeça, enquanto a honra e o caráter descem para os pés. 

Multiplicamos nossos bens materiais, e inversamente proporcional reduzimos nossos valores morais. 

Consideramos que a nossa qualidade de vida é boa por que temos mais dinheiro? E o que dizer da insegurança em todas as partes? O mundo inteiro está inseguro! 

Dormimos mal. Durante o o corpo precisa do repouso noturno para distribuir pelo organismo todos os nutrientes e energias necessárias para o dia seguinte. Noite mal dormida, é um convite ao estresse. Acordamos indispostos e às vezes muito aborrecidos e agressivos. Deus em sua infinita sabedoria colocou uma noite entre dois dias para o corpo poder relaxar e se restabelecer.

um tempo para cada coisa. Querer antecipar vantagens e benefícios deixando atrás de si um rastro de danos materiais e morais, jamais proporcionará paz no futuro, mas danos incalculáveis dos quais prestaremos contas e sofreremos as consequências. 

Precisamos aprender a ser pacientes quando a solução não é possível segundo a nossa vontade. Este é o caminho mais seguro e sem traumas. 

Visitamos a Lua, a 384.000 km, mas, temos dificuldade em cruzar 15 ou 20 m de uma rua para cumprimentar alguém.

Purificamos o ar usando toda a tecnologia disponível, mas esquecemos de despoluir a alma que não precisa de tecnologia. Só precisa distribuir amor e perdão. 

Dominar uma das menores partículas da matéria universal: O invisível átomo, mas não conseguimos - ainda dominar a colossal e visível barreira dos preconceitos. 

Escrevemos demais, e no meio há muita matéria podre com a capacidade de poluir e agredir nossa visão e nossos sentidos, além de levar danos aos nossos incautos jovens. Parece até que a intenção desses imprudentes que se dizem jornalistas, escritores e profetas, é levar o pânico ao povo. 

Eu particularmente tenho muita pena quando me deparo com escritos produzidos por mentes involuídas, por tanto desviados de sábios e honrados conceitos. 

O Falar não é diferente, é bem pior do que o escrever, quando nos utilizamos do fabuloso dom da voz para agredir, dói bem mais nos filhos, nos pais, nos conjuges ou nos amigos, pois é dirigida pessoalmente de agressor a agredido. 

Nosso orgulho e preconceito nos fazem sempre esquecer a máxima irreversível de Cristo “A cada um será dado segundo as suas obras.” 

Usando o mesmo texto, um sábio traduziu assim: “Trate bem as pessoas quando estiver subindo, pois, tornarás a encontrá-las quando estiver descendo.” 

No decorrer do tempo, materialmente o homem evoluiu bastante. A tecnologia superou as expectativas. Podemos dar a volta a terra em 90 minutos. Assistimos do nosso sofá as bombas explodindo e eliminando vidas pelo mundo a fora. A TV trocou a ficção pela realidade.

Ao mesmo tempo o homem esqueceu seu lado espiritual e consequentimente o nosso Criador, e esse esquecimento ou omissão o levou a idolatria. E seus ídolos hoje são: O Dinheiro, as drogas, a TV, O computador - Quando usado para fins não educativos como: Pornografia, pedofilia, e tantos outros fins escusos. As revistas e romances abjetos, As piadas indecorosas e degenerativas do ser. 

Este é o mundo que construímos para nós! 

Poderiamos ter feito outro bem melhor, onde nossos descendentes fossem felizes, sem cercas eletrificadas e sem um bandido em cada esquina. Mas nossos preconceitos, ganâncias, orgulhos e vaidades exerceram seu fascinio. 

Deus bem que vem tentando ajudar mas não o escutamos!

Se aceitamos tão bem as sujestões da mídia, que estimula nossa vaidade, orgulho e prepotência, por que então não escutamos a vós da razão, quando esta nos estimula a praticar atos dignos?

Escrito por Vicente Almeida
02/08/2012

Um comentário:

  1. Caro Vicente,veja o video:carta de DEUS para você,são apenas 6 m e 3s mas vale por séculos.

    ResponderExcluir