OBRIGADO PELA VISITA

O LABORATÓRIO SIDERAL leva até você, somente POSTAGENS de cunho cultural e educativo, que trata do universo; das gentes; das lendas; das religiões e seus mitos, e de forma especial, dos grandes mistérios que envolvem nosso passado. Contém também muitos textos para sua meditação. Tarefa difícil, mas atraente. Neste Blog não há bloqueio para comentários sobre qualquer postagem.

A FOTO ACIMA É A VISÃO QUE TEMOS DA CHAPADA DO ARARIPE, A PARTIR DA NOSSA "VILA ENCANTADA".

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

A CHAVE NÃO É PARA TRANCAR... É PARA ABRIR - Por Vicente Almeida

A CHAVE QUE LIBERTA!


Se dispensarmos a devida atenção ao ler o evangelho, sempre encontraremos profundos e práticos ensinamentos para toda a vida.

Faltam oito dias para o Natal, data em  que celebraremos o nascimento de Jesus Cristo. Falemos um pouco sobre sua passagem e os ensinamentos que Ele nos legou.

Um dia Jesus disse a Pedro: - “EU vou te dar a chave do reino dos céus!”

Aqui no ocidente, quando falamos em chave, pensamos logo em poder, em trancar algo. E cada chave logo se destina a uma fechadura.

Mas, na linguagem de Jesus, não era bem isso que ele queria dizer. A palavra chave não significava poder, mas, abertura, acolhimento, encontro.

O que Jesus estava propondo a Pedro era ensinar a ele, como chegar a esse estado de espírito que nós chamamos de CÉU. Jesus era um mestre. Sua função era ensinar como chegar lá onde ele estaria após sua morte.

Para isto, era preciso conhecer o segredo, possuir a chave certa! Era este segredo que ele queria comunicar a Pedro.

E Jesus recomendou que, depois de aprender, Pedro deveria ensinar o segredo aos outros discípulos e recomendar que eles  retransmitissem seus ensinamentos.

É desta forma que entendo este texto evangélico. Poucas são as vezes em que ele se manifestou de forma literal. Sempre havia uma parábola ou um texto falado de tal forma, que exigia a compreensão do ouvinte para entender o que realmente ele queria dizer. As verdades são difíceis de ser entendidas e mais ainda de serem aceitas!

Texto: Vicente Almeida
17/12/2012 

Nenhum comentário:

Postar um comentário