OBRIGADO PELA VISITA

O LABORATÓRIO SIDERAL leva até você, somente POSTAGENS de cunho cultural e educativo, que trata do universo; das gentes; das lendas; das religiões e seus mitos, e de forma especial, dos grandes mistérios que envolvem nosso passado. Contém também muitos textos para sua meditação. Tarefa difícil, mas atraente. Neste Blog não há bloqueio para comentários sobre qualquer postagem.

A FOTO ACIMA É A VISÃO QUE TEMOS DA CHAPADA DO ARARIPE, A PARTIR DA NOSSA "VILA ENCANTADA".

domingo, 11 de novembro de 2012

DESPEDINDO-ME DA TERRA - Por Vicente Almeida

Médicos e cientistas cósmicos não conseguiram uma solução para que eu pudesse permanecer mais tempo entre vocês e estabeleceram que exatamente no dia 31 de dezembro de 2012, meus equipamentos de manutenção serão desativados e partirei para o mundo das sombras, onde dentro de algum tempo serei definitivamente esquecido, como acontece com tudo e com todos.

Todas as tentativas de prolongar meus dias seriam frustradas, já que  é coisa definida cientifica e astronomicamente. Partirei. Sei que tudo que me liga a vocês, um dia se perderá na noite dos tempos.

Sei... Apesar do conhecimento tecnológico, a minha enfermidade é irreversível. Vivo de fato os últimos dias da minha existência e já começo a andar cambaleante e sentindo aquela estranha sensação de adeus prematuro. Mas, ao invés de me lamentar quero aproveitar os últimos instantes para me despedir daqueles que como amigos me elogiavam e também daqueles que não gostando de mim procuravam me destratar e me ver pela retaguarda.

É muito estranho, como sentimos amarguras ao perceber que tudo está quase consumado. Sei que dentro em breve não mais ouvirei gargalhadas dos amigos, nem zombarias dos que me desprezam. Sim sentirei saudades dos que me desprezam, mesmo sabendo que eles sempre desejaram me ver partir para sempre. Aproxima-se o momento de satisfazê-los.

Também sentirei saudades do sorriso maroto das crianças e do gorjear dos pássaros e da chuva caindo de mansinho e fertilizando a terra. Sentirei saudades dos dias festivos, quando os corações se uniam para comemorar algo bom. Sentirei muitas saudades de você que está lendo esta mensagem.

Parece que vou sentir saudades de tudo, mas resta uma esperança: Falam de reencarnação. Falam em ciclos e que tudo e todos voltam outras vezes no redemoinho dos tempos.

Creio que também voltarei, mas a informação que tenho é que não serei reconhecido por que estarei com nova denominação, nova roupagem, novas ideias, consequências talvez de experiências passadas!

Partirei ciente de que cumpri minha missão na cosmologia do tempo. Fui leal ajudando aos que desejavam ser ajudados e nada podendo fazer por aqueles que me desprezavam, mesmo por que eles nunca escutaram minhas admoestações.

Não vou me alongar mais, despedidas longas deixam mais problemas do que soluções. Ainda restam alguns dias para conviver com vocês e quero aproveitar o máximo. Quero levar uma boa lembrança de todos os momentos em que pude fazer algo por alguém.

Ainda não é adeus. Se me for permitido, antes da minha partida definitiva, conforme o meu estado e a minha consciência, aqui retornarei para escrever o texto final.

Texto: Vicente Almeida
11/11/2012

8 comentários:

  1. Favor, explica o que te levou a postar esse texto. Fiquei aflita. Creio ser "FICTÍCIO"....

    ResponderExcluir
  2. Eh...

    Fideralina desculpa:

    O fato é verdadeiro e irreversível. Haverá mesmo um desenlace no dia 31 de dezembro. No texto inseri dicas para que os leitores descubram quem está se despedindo.

    ResponderExcluir
  3. Se entendi, é 2012 quem se despede, "ESTOU CERTA OU ERRADA"?!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Eh...

    FÁTIMA:

    Você está correta, corretíssima.

    FIDERALINA:

    Viu como a Fátima acertou na mosca.

    2012 está na fase agonizante e me pediu para escrever seu epitáfio.

    Epitáfio é quando escrevemos elogios no túmulo daquele que se foi.

    Preferi escrever sua despedida, quando ele fala de seus sentimentos para com aqueles que está deixando.

    Achei melhor assim. 2012 tem sido maravilhoso para mim. Não que eu não tenha problemas. tive-os vários.

    Mas é ora buscando soluções, ora aceitando o inevitável desses problemas, dificuldades e decepções, que encontramos o caminho da felicidade.

    A felicidade é feita de momentos entre uma e outra situação penosa. É como um pequeno vale florido com água e alimento em abundancia, onde os animais silvestres cantam e vivem felizes.

    Qualquer um que imaginar esse vale e sua beleza natural encontrará paz.

    Crie o seu vale e observe a variedade de seres felizes.

    Ingresse nessa.

    ResponderExcluir
  5. Já estou ansiosa pelo desfecho de 2012. Com certeza teremos agradáveis surpresas. Aguardem! Coisas de Vicente Almeida.

    ResponderExcluir
  6. Eh...

    Vixe Fátima Bitu:

    E tu acha que vai ter o gran desfecho? teremos muito chororô viu! Afinal despedida é sempre dolorosa.

    ResponderExcluir
  7. Claro que haverá desfecho se bem conheço Vicente Almeida.

    ResponderExcluir