OBRIGADO PELA VISITA

O LABORATÓRIO SIDERAL leva até você, somente POSTAGENS de cunho cultural e educativo, que trata do universo; das gentes; das lendas; das religiões e seus mitos, e de forma especial, dos grandes mistérios que envolvem nosso passado. Contém também muitos textos para sua meditação. Tarefa difícil, mas atraente. Neste Blog não há bloqueio para comentários sobre qualquer postagem.

A FOTO ACIMA É A VISÃO QUE TEMOS DA CHAPADA DO ARARIPE, A PARTIR DA NOSSA "VILA ENCANTADA".

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

LUA - ELA FOI REALMENTE CONQUISTADA!? - Por Vicente Almeida

PERGUNTA INTRIGANTE - MAS NECESSÁRIA


Neste dia primeiro de novembro, levamos até você, nossas divagações sobre a corrida espacial iniciada a mais de cinquenta anos. 

Na década de sessenta, o sonho americano era a conquista da lua. A corrida espacial tomou impulso de elevada magnitude, quando a URSS resolveu concorrer para ver quem primeiro chegaria lá, e somente essas duas super potencias tinham capacidade de desenvolver os meios de transporte aéro-espaciais que pudessem conduzir astronautas até nosso satélite.

NA história da humanidade está registrado que a a lua foi visitada pela primeira vez, em 20/07/1969, dia em que a nave Apolo 11 fez a sua alunissagem, graças ao programa Apolo.  Esta nave conduziu os primeiros três astronautas ao espaço sideral.

Mas essa história dispensa alongamentos e maiores divagações sobre o feito, pois, todos os habitantes do planeta a conhecem. Milhares de livros e filmes retratam o episódio da Apolo 11.

A pergunta que não quer calar é: Por quê o projeto de conquista da lua não teve continuidade? Por quê foi abortado, e hoje praticamente não se fala mais em visita tripulada ao nosso satélite? 

E não é por falta de recursos, pois, os conquistadores do espaço desviaram seus radio-telescópios para o espaço sideral mais distante, e recentemente enviaram a nava Curiosity à Marte, cuja construção levou dez anos para ser concluída, custou 2,5 bilhões de dólares  e envolveu o trabalho de cinco mil pessoas em trinta e sete estados. A viagem da nave durou nove meses.

Para chegar à lua foram necessários apenas quatro dias, a tecnologia da época era rudimentar e se arrastava, até ser impulsionada pela guerra tecnológica provocada pelos russos.

Mas o projeto foi abandonado, e aqui há um grande mistério que não foi revelado ao mundo.

POR QUÊ? O que os americanos descobriram na lua, tão desestimulante a ponto de impedir seu regresso por lá, apesar de todo avanço tecnológico? 

VOCÊ leitor sabe alguma coisa mais, ou não tem qualquer curiosidade pelo fato, ou nunca pensou nisto?


Está é uma imagem da lua cheia. Se você usar um telescópio astronômico simples como o meu, e distante das luzes da cidade dá para ver muitos detalhes surpreendentes 
Agora só se fala em buracos negros que nunca foram vistos. Teoricamente eles existem. Galáxias; Matéria Escura; Estrelas; Supernovas; Sistemas solares; Big Bang - a teoria do inicio do universo; Luas e Planetas fora do nosso sistema solar; E agora pretendem encontrar o trono de Deus em algum lugar da criação.

Mas como? Nem conseguiram desvendar todos os segredo lunares ainda! E a lua está bem ali, apenas a 384.000 km.

Todas as informações que recebemos sobre o universo, através de nossos radio-telescópios, e outros instrumentos de buscas no espaço sideral, referem-se a sistemas galácticos ou estelares distantes dezenas, centenas, milhares, milhões ou bilhões de anos-luz, e muitos podem nem mais existir. Por tanto as informações que recebemos é na verdade o passado daquele objeto como ele era. Mesmo assim é possível teorizar sobre a evolução do espaço cósmico, com possibilidades de acerto.
Esta é a  Via Láctea com seu séquito de duzentos bilhões de estrelas. O nosso sistema solar é apenas um nessa imensidão, e fica cerca de vinte e sete mil anos-luz distante do seu centro. A Via Láctea tem um tamanho estimado em cerca de cem mil anos-luz. Sua idade foi calculada em mais de treze bilhões de anos. 

Os dados astronômicos relativos ao universo como: Tamanhos, distâncias e idades dos astros, não batem, não há consenso no meio científico, mas é partindo dessas dúvidas que na constante busca pela perfeição aprendemos cada vez mais. Benditos cientistas!

Texto: Vicente Almeida
01/11/2012

2 comentários:

  1. Compadre Vicente, o mosso Sol é tao pequeneninho
    No meio de tantas estrelas, imagine o tamanho de LUIZ LISBOA...

    Vicente estou de olho no senhor.NO que escreve.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Eh...

    Olá meu compadre Lisboa:

    A raça humana em relação ao universo é infinitamente pequena.

    Os sete bilhões de pessoas que somos, ocuparia na terra uma área de meros 2.800 km2, cada uma usando um espaço médio de quarenta centímetros quadrados,

    Assim sendo, qualquer um de nós ocupa apenas 0,00000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000001 ou muito menos que isto.

    Comparadas as proporções do universo é fácil deduzir que toda a humanidade junta é trilhões de vezes menor que um simples e invisível grão de pó. Quem duvidar calcule novamente.

    ResponderExcluir